Quinze galerias portuguesas participam na ARCOmadrid 2018

arte contemporânea
Quinze galerias portuguesas participam na ARCOmadrid 2018
21 e 25 de fevereiro na Feira de Madrid

Um total de 15 galerias portuguesas participará na ARCOmadrid 2018, que se realiza entre 21 e 25 de fevereiro na Feira de Madrid. A elas juntar-se-ão profissionais de arte contemporânea portuguesa com intervenções em Fórum e nos Encontros Profissionais. A maioria das galerias que estarão presentes na Feira participará no Programa Geral. De Lisboa assistirão 8: 3+1 Arte Contemporânea; Vera Cortês; Baginski, Galeria/Projetos; Carolina Pagês: Cristina Guerra Contemporary Art; Filomena Soares; Bruno Múrias e Pedro Cera, e do Porto três: Pedro Oliveira; Nuno Centeno e Quadrado Azul, esta última também com sede na capital.
Neste ano, o programa Opening, comissariado por Stephanie Hessler e Ilaria Gianni e centrado em galerias com uma trajetória de um máximo de sete anos, também contará com a presença portuguesa, com a participação de Francisco Fino; Madragoa e Pedro Alfacinha, provenientes de Lisboa.
Por sua vez, em Diálogos, cuja seleção foi efectuada por María de Corral, Lorena Martinez de Corral e Catalina Lozano, estará presente Graça Brandão, de Lisboa. A esta participação juntam-se duas galerias internacionais no Programa Geral: MaisTerraValbuena - Madrid - e Monitor - Roma -, também com sedes em Lisboa. 
A ARCOmadrid contará com a representação portuguesa nos Encontros Profissionais que serão desenvolvidos no âmbito da Feira. É o caso de Penelope Curtis, Diretora do Centro de Artes Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, Margarida Mendes, Comissária; e João Ribas, Diretor do Museu de Serralves. Juntamente com estes, outros profissionais portugueses ou residentes no país estarão presentes na ARCOmadrid, como Miguel von Hafe, Comissário independente, Fátima Marques, Diretora do Arquipélago - Centro de Artes Contemporâneas; e Ana Cristina Cachola e Isabella Toledo.
O colecionismo português também será reconhecido na 37ª edição da Feira. Os prémios "A" para o colecionismo, concedidos pela Fundação ARCO, galardoaram a coleção Armando Martins, actualmente composta por 400 obras de artistas portugueses e internacionais. Para 2019, o empresário prevê a abertura de um Museu de Arte Contemporânea em Lisboa, localizado num antigo palácio do século XVIII.

/
Lista de Galerias Portuguesas na ARCOmadrid 2018:
- 3+1 Arte Contemporânea
- Vera Cortês
- Baginsky, Galeria/Projetos
- Carolina Pagês
- Cristina Guerra Contemporary Art
- Filomena Soares
- Francisco Fino
- Graça Brandão
- Madragoa
- Bruno Múrias
- Pedro Alfacinha
- Pedro Cera
- Pedro Oliveira
- Nuno Centeno
- Quadrado azul

/
Mais informação:
www.arco.ifema.es
@FeiraARCO