A Maumaus expõe “Thủ Thiêm: an archaeological project for future remembrance” em Zurique

artes visuais
A Maumaus expõe “Thủ Thiêm: an archaeological project for future remembrance” em Zurique

Tiffany Chung, 1972 Thu Thiem Development Plan by US AID (Agency for International Development), 2013, detalhe. Cortesia da artista e de Tyler Rollins Fine Art, Nova Iorque.

A Associação Maumaus – Centro de Contaminação Visual expõe “Thủ Thiêm: an archaeological project for future remembrance” no Johann Jacobs Museum, em Zurique, Suíça

"O Johann Jacobs Museum, em parceria com o espaço Lumiar Cité, apresenta “Thủ Thiêm: an archaeological project for future remembrance”, a primeira exposição individual da artista plástica vietnamita-americana Tiffany Chung num museu europeu. Na primavera de 2019, a artista apresentará a exposição no Lumiar Cité, adaptando-a às circunstâncias específicas do espaço.

Tiffany Chung parte de escavações em ruínas e em resíduos urbanos para revelar objetos, incluindo sapatos de criança, caixilhos de janelas ou azulejos. Thủ Thiêm, o local de escavação, é um bairro antigo da cidade de Saigão (Vietname).

Os objetos encontrados nesta pesquisa arqueológica não são necessariamente singulares. São testemunhos triviais de uma vida quotidiana e passada, que ainda ressoa dentro dos objetos como o som de um instrumento musical. Deste modo, os objetos tanto falam da presença do poder colonial francês na Indochina, como do valor sentimental de uma tigela de arroz em porcelana. Thủ Thiêm era um bairro movimentado, um organismo urbano, que foi sujeito a um plano diretor urbanístico – uma reformulação otimista e exaustiva do espaço urbano que não deixa vestígios do tecido preexistente e rasga as estruturas sociais. A artista responde ao plano diretor – que faz uma espécie de tabula rasa apagando a história – com uma perspetiva diferente, traçando uma cartografia artística que capta simultaneamente as dimensões espirituais e históricas de um lugar". (Associação Maumaus - Centro de Contaminação Visual)

Tiffany Chung vive e trabalha em Houston (EUA). Entre as apresentações do seu trabalho em museus e bienais, destacam-se: “Insecurities: Tracing Displacement and Shelter”, MoMA (Nova Iorque); “All The World’s Futures”, 56th Venice Biennale; “IMPERMANENCIA Mutable Art in a Materialist Society”, XIII Bienal de Cuenca (Equador); 10th Taipei Biennial (Taiwan); “Still (The) Barbarians”, EVA International – Ireland’s Biennial; “Illumination”, Louisiana Museum of Modern Art (Humlebæk, Dinamarca); “Sonsbeek”, Museum Arnhem (Holanda); “Our Land/Alien Territory”, Central Manege (Moscovo); “My Voice Would Reach You”, Rice University & Museum of Fine Arts (Houston); “Residual: Disrupted Choreographies”, Carré d’Art – Musée d’Art Contemporain (Nîmes, França); Sharjah Biennial (Emiratos Árabes Unidos); California Pacific Triennial (Newport Beach); 7th Asia Pacific Triennial (Brisbane, Austrália); e “Six Lines of Flight”, San Francisco Museum of Modern Art.

Artista plástica: Tiffany Chung
Direção artística: Roger M. Buergel

/
Imagem:
Tiffany Chung, 1972 Thu Thiem Development Plan by US AID (Agency for International Development), 2013, detalhe. Cortesia da artista e de Tyler Rollins Fine Art, Nova Iorque.

/
Locais, datas e horários de apresentação:
13 de novembro de 2018 a 5 de maio de 2019
Johann Jacobs Museum
Seefeldquai 17, 8034 Zurique
Suíça

/
Contactos:
Maumaus
Campo dos Mártires da Pátria, 100 – 1º Esq.
1150-227 Lisboa
T. +351 21 352 11 55
E. maumaus@maumaus.org

/
Mais informações:
www.maumaus.org