apoio às artes

DGARTES APOIA 65 ASSOCIAÇÕES CULTURAIS NÃO PROFISSIONAIS DA REGIÃO DE LISBOA E VALE DO TEJO

Já são conhecidos os resultados finais da nova linha de financiamento destinada a apoiar a atividade regular de associações e coletividades da Região de Lisboa e Vale do Tejo, de que são exemplo as bandas filarmónicas, os grupos de teatro de amadores e os grupos de etnografia.

IBERCENA divulga estratégia do Plano de Ação Quadrienal 2022-2025

Após a última reunião extraordinária com os representantes dos 17 Países Membros do Programa IBERCENA, na qual participou o Diretor-Geral das Artes, Américo Rodrigues, são agora conhecidos os resultados do trabalho desenvolvido nos últimos meses, bem como os principais avanços do Plano de Ação Quadrienal - PACCI 2022-2025, que permitirá canalizar de forma mais eficaz os recursos IBERCENA na integração das Artes do Espetáculo Ibero-americano. 

DGARTES abre Concurso de Apoio a Projetos no domínio da Internacionalização

Estão abertas até 22 de setembro de 2021 as candidaturas para o Programa de Apoio a Projetos no domínio da Internacionalização, nas áreas das artes visuais (arquitetura, artes plásticas, design, fotografia e novos media), artes performativas (circo, dança, música, ópera e teatro), artes de rua e cruzamento disciplinar.

Com uma dotação financeira de 720.000 € (setecentos e vinte mil euros), este Programa de Apoio tem como principal objetivo dinamizar a internacionalização das artes e da cultura portuguesa, através da cooperação com outros países.

Representação Oficial Portuguesa na 59.ª Exposição Internacional de Arte - La Biennale di Venezia 2022

Está a decorrer até dia 24 de setembro de 2021 a seleção, através de concurso limitado, do projeto curatorial e expositivo que irá representar oficialmente Portugal na 59.ª Exposição Internacional de Arte - La Biennale di Venezia 2022, com um montante financeiro global disponível de 350.000 € (trezentos e cinquenta mil euros).

DGARTES investe 300 mil euros no apoio a Associações Culturais não profissionais da Região de Lisboa e Vale do Tejo

A DGARTES divulgou no dia 13 de agosto, junto dos candidatos, os resultados provisórios da nova linha de financiamento destinada a apoiar a atividade regular de associações e coletividades da Região de Lisboa e Vale do Tejo, de que são exemplo as bandas filarmónicas, os grupos de teatro de amadores e grupos de etnografia.

PUBLICADO REGULAMENTO DOS PROGRAMAS DE APOIO ÀS ARTES

Foi publicada no dia 13 de julho a Portaria n.º 146/2021 que estabelece as normas aplicáveis à atribuição pelo Estado, através da Direção-Geral das Artes (DGARTES), dos apoios financeiros no âmbito do Programa de apoio sustentado, do Programa de apoio a projetos e do Programa de apoio em parceria, bem como as regras aplicáveis ao funcionamento das comissões que irão acompanhar a implementação dos planos de atividade e projetos artísticos apoiados.

Resultados do Concurso aos EEA Grants - Programa Cultura / Connecting Dots já são conhecidos dos candidatos

A DGARTES notificou, na passada sexta-feira (dia 2 de julho), com os resultados do concurso, os candidatos de Connecting Dots – Mobilidade Artística e Desenvolvimento de Públicos. A lista das entidades apoiadas será divulgada publicamente numa segunda fase, prevista para breve, em cumprimento do regulamento aplicável.

PORTUGAL BENEFICIA PELA PRIMEIRA VEZ DO APOIO IBERMÚSICAS

Estão abertas as linhas de apoio do Programa de Cooperação Ibero-Americana Ibermúsicas, com vista ao apoio a projetos que decorram em 2022. Este ano, foi aprovada pelo Conselho Intergovernamental a Linha de Apoio ao Setor Musical na Modalidade Virtual – apresentação de candidaturas até 1 de outubro -  e as vertentes de Prémios Ibermúsicas de Composição e Estreia de Obras 2021 e de Criação de Canções 2021 - com apresentação de candidaturas, respetivamente, até 1 de outubro e 17 de setembro.

Em junho e setembro abrem as candidaturas à Credenciação e ao Programa de Apoio da RTCP

A Rede de Teatros e Cineteatros Portugueses (RTCP) é um instrumento estratégico fundamental para o combate às assimetrias regionais e para o fomento de coesão territorial no que diz respeito ao amplo acesso à cultura e às artes em Portugal, assente na descentralização e na responsabilidade partilhada do Estado central com as autarquias e as entidades independentes, entre outros agentes locais. 

Pages