Tags

Financiamento

O prazo para apresentação de candidaturas ao concurso Connecting Dots – Aviso #2 foi alargado para o dia 4 de maio.

A par da extensão do prazo no concurso Connecting Dots – Aviso #2, foi também alargado o prazo para submissão de candidaturas aos Travel Grants, para dia 3 de abril, e reforçada a respetiva dotação financeira.

Em breve, serão disponibilizadas as minutas das declarações obrigatórias para formalização das candidaturas, o Guia de Apoio ao Preenchimento da Candidatura e uma revisão das Perguntas Frequentes.

A Direção-Geral das Artes vai apoiar 8 projetos no âmbito do “Programa de Apoio em Parceria - Revitalização do Pinhal Interior - Programa de Desenvolvimento Cultural do Território” com um montante financeiro de 230.150,58 €. Os apoios, que contemplam as áreas de artes plásticas (2 projetos), cruzamento disciplinar (3), música (1) e teatro (2), são atribuídos mediante acordos de parceria celebrados com os Municípios de Arganil, Lousã, Oleiros, Oliveira do Hospital, Penela, Proença-a-Nova, Sertã, Tábua e Vila Nova de Poiares.

Este programa de apoio tem como objetivo estimular a participação de entidades portuguesas líderes ou parceiras de candidaturas apresentadas ao Programa Europa Criativa (sub-programa Cultura) e exponenciar o sucesso na execução dos projetos apresentados. A fase de submissão de candidaturas decorre entre 12 de setembro e 3 de outubro de 2019.

Já são conhecidos os resultados finais do concurso para Apoio a Projetos no domínio da Internacionalização, destinado ao desenvolvimento e circulação internacional de obras e projetos, nas áreas das artes performativas (circo contemporâneo e artes de rua, dança, música e teatro); artes visuais (arquitetura, design, fotografia, artes plásticas e novos media) e cruzamento disciplinar. Das 49 candidaturas admitidas, são apoiadas 26, com um montante total de financiamento de 260.000 €.

Reabrem no próximo dia 1 de julho, às 10h da manhã, as candidaturas para o Programa de Apoio a Projetos 2019 – Procedimento Simplificado (3.ª fase), nas seguintes áreas artísticas: artes performativas (circo contemporâneo e artes de rua, dança, música e teatro); artes visuais (arquitetura, artes plásticas, design, fotografia e novos media); cruzamento disciplinar. Podem candidatar-se projetos desenvolvidos em território nacional e internacional, nos domínios da circulação nacional, edição, formação, internacionalização e investigação.

Na sequência do Programa de Revitalização do Pinhal Interior (PRPI), a Direção-Geral das Artes lançou um convite aos dezanove municípios que o integram, para que apresentem propostas no âmbito do Programa de Apoio em Parceria, com vista a estimular a mobilização das comunidades locais para a valorização e desenvolvimento cultural do Pinhal Interior.

A DGARTES abriu, no passado mês de maio, 2 Programas de Apoio a Projetos com um montante financeiro disponível de 1.760M€: no domínio da Criação, com um montante financeiro global disponível de 1.260M€ e nos domínios da Programação e Desenvolvimento de Públicos, com um montante financeiro global disponível de 500.000€.

Encontra-se aberto, até ao dia 4 de abril, o concurso para a apresentação de candidaturas ao Programa de Apoio a Projetos no domínio da Internacionalização, com um montante financeiro global disponível de € 260.000,00 (duzentos e sessenta mil euros). O objetivo deste Programa é incentivar a internacionalização das artes e da cultura portuguesa através da cooperação com outros países e promover projetos emergentes que dinamizem o setor.

Decorre durante o mês de dezembro o prazo para apresentação de candidaturas ao apoio ao associativismo cultural, às bandas de música e filarmónicas.

A DGARTES divulga a decisão final do concurso do Programa de Apoio a Projetos – Internacionalização, que visa dinamizar as artes e a cultura portuguesa através da cooperação com outros países. De âmbito territorial internacional, os apoios a conceder destinam-se a atividades públicas associadas ao desenvolvimento e à circulação internacional de obras e projetos, cobrindo as áreas das artes performativas (circo contemporâneo e artes de rua, dança, música e teatro), artes visuais (arquitetura, artes plásticas, design, fotografia e novos media) e cruzamento disciplinar.

Páginas