Categoria

artes performativas

Na sequência da adesão de Portugal, em 2019, ao Programa IBERCENA, as estruturas artísticas portuguesas poderão candidatar-se este ano, pela segunda vez, às linhas de apoio disponíveis através do Fundo de ajuda para as Artes Cénicas Ibero-americanas IBERCENA. 

As linhas de apoio aprovadas, no passado mês de abril, na Reunião de Conselho Intergovernamental IBERCENA são: Criação em Residência (apoio até €10.000,00);  Coprodução de Espetáculos de Artes Cénicas (apoio até €20.000,00) e Programação de Festivais e Espaços Cénicos (apoio até €20.000,00). 

De hoje a 15 de maio, realiza-se a residência artística “Rituais de pesquisa”, com apresentação informal no dia 15 de maio, sábado, no Eixo Residência Artísticas, em Mosteiró, Vila do Conde. 

ESTAR EM CENA 
Corpo, palavra e expectativa. Estar em cena pressupõe sempre uma tensão, um perigo iminente entre intérprete e espectador. Neste laboratório pretende-se uma pesquisa coletiva sobre a presença do intérprete em cena e sua relação com o espectador.

Ricardo Teixeira é ator, diretor artístico do Coletivo SillySeason e professor de interpretação. Concluiu o curso de Teatro no balleteatro Escola Profissional.Trabalhou e colaborou com encenadores e coreógrafos como Arco Renz, Jorge Silva Melo, James Darrah, Teatro Praga, Nova Companhia, João Mota e André Murraças.

Termina no próximo dia 28 de março de 2021 o prazo de candidaturas à Open Call do Festival Opera Prima Festival XVII. O concurso está aberto a artistas ou companhias profissionais emergentes e independentes, que exerçam atividade profissional no campo do teatro contemporâneo, dança e artes performativas. Criado em Rovigo, em 1994, sob a direção artística do Teatro del Lemming, o Festival Opera Prima foi vencedor, em 1996, do prémio UBU "Giuseppe Bartolucci", atribuído por um júri liderado pelo crítico Franco Quadri.

Descrição:
Entre 1 e 31 de março de 2021 estão abertas as candidaturas ao Programa de Residências –Central Elétrica - Iberescena. 

Estão abertas as candidaturas na área da performance para o programa de residências artísticas de curta-duração ARTISTAS NO PALÁCIO 2021, que tem por objectivo estimular e apoiar o desenvolvimento de novos projectos. As características singulares do Palácio do Sobralinho, aliadas à tranquilidade e ao espaço exterior envolvente – que possibilita a realização de sessões de trabalho ao ar livre – permitem estabelecer condições ideais para a pesquisa, experimentação e criação artística.

Sinopse:
Entre 16 de dezembro de 2020 e 10 de janeiro de 2021 estão abertas as candidaturas ao Programa de Residências – Circolando / Central Elétrica 2021.1. Nesta fase serão selecionados 02 (dois) projetos a desenvolver presencialmente na Central Elétrica, de 08 a 26 de fevereiro e de 15 a 31 de março, contando com apresentações públicas informais no final de cada processo de residência.

Já estão abertas as candidaturas para a próxima edição do PACAP – Programa Avançado de Criação em Artes Performativas, organizado pelo Forum Dança.
A quinta edição do Programa Avançado de Criação em Artes Performativas conta com curadoria de João Fiadeiro, em colaboração com Márcia Lança, Carolina Campos e Daniel Pizamiglio.
Este curso de formação avançada decorrerá de 6 de Setembro de 2021 a 30 de Julho de 2022 e destina-se a bailarinos, coreógrafos, performers e outros artistas com práticas ligadas à performance, ao corpo e ao movimento.

Decorre até 8 de janeiro de 2021 o prazo para apresentação de candidaturas à Open Call  “Vai Pure. Keep going”, lançada pelo museu italiano Galleria Nazionale d'Arte Moderna e Contemporanea. “Vai pure. Keep going” visa selecionar peças áudio e imagens e constitui a terceira edição das open calls inspiradas por Carla Lonzi, inserindo-se no programa “Women Up” da Galeria Nazionale, centrado no olhar feminino e na investigação ou estudo do feminismo.

O Balleteatro promove um Laboratório de Formação Avançada em Artes Performativas com André Teodósio, no dia 19 de dezembro, das 9h30 às 12h30, no Coliseu Porto Ageas.

Sinopse: 
Espelho e Semelhança
E se aceitarmos a premissa de que não há natural? Que podemos designar-nos em liberdade? "Espelho e Semelhança" é um laboratório que visa a partilha de ferramentas e técnicas teatrais para um maior intensificação da auto-apresentação no âmbito de experiências performativas.

Páginas