Categoria

artes plásticas

Decorre até 8 de setembro de 2019 o prazo para apresentação de candidaturas à 70ª edição de Jeune Création.

Fundada em 1949, a associação Jeune Création, inicialmente designada Jeune Peinture,  é uma associação de utilidade pública, cuja missão é a promoção da criação e divulgação da arte contemporânea.

Decorre até 31 de agosto de 2019 o prazo de candidaturas ao Aesthetica Art Prize, organizado pela Aesthetica Magazine. O Prémio visa proporcionar a artistas emergentes ou consagrados a oportunidade de apresentarem os seus trabalhos na cena artística internacional. 

Serão atribuídos dois prémios: o "Main Art Prize" e o "Emerging Art Prize".

O "Emerging Art Prize" (prémio em dinheiro no valor de £1,000) destina-se a estudantes e a artistas que tenham concluído os seus estudos nos últimos dois anos.

Decorre até 31 de julho de 2019 o prazo de candidatura ao Blooom Award, prémio que visa facultar a jovens artistas de todo o mundo o ingresso no mercado internacional da arte.

Aberto a qualquer disciplina de expressão artística - nomeadamente artes visuais, design, arte urbana e vídeo - o concurso privilegia trabalhos de interface entre a arte e as indústrias criativas, com ênfase na interdisciplinaridade, capacidade de inovação, coragem e progressividade.

Projeto expositivo "Andando em torno do Sol. Máquinas, aranhas e corsários" estreia em Atenas, Grécia, com curadoria de Eduarda Neves.

A 58.ª Exposição Internacional de Arte – “La Biennale di Venezia” inaugurou ao público no passado mês de maio com o projeto "a seam, a surface, a hinge, or a knot", da artista Leonor Antunes, com curadoria de João Ribas.
Um mês após a sua inauguração, o Pavilhão de Portugal, que está instalado no Palazzo Giustinian Lolin, sede da Fundação Ugo e Olga Levi, já recebeu mais de 7.200 visitantes.

Coorganizada pela Feira de Madrid (IFEMA) e pela Câmara Municipal de Lisboa, a ARCOlisboa - Feira Internacional de Arte Contemporânea de Lisboa apresentará, de 16 a 19 de maio, na Fábrica Nacional da Cordoaria, galerias de 17 países, contando com a presença de 24 galerias portuguesas. Espanha, Brasil, Reino Unido, Alemanha, Áustria, Roménia, Itália, Polónia e França, são alguns dos países participantes. A feira organiza-se em três áreas: o "Programa Geral", com 52 galerias, "Opening", com nove, e "Projetos", também com nove. 

"a seam, a surface, a hinge, or a knot", de Leonor Antunes, abriu ao público no dia 11 de maio, no Palazzo Giustinian Lolin. Com curadoria de João Ribas e comissariado a cargo da Direção-Geral das Artes, a exposição vai estar patente até 24 de novembro. 

Partindo da temática da migração, a exposição "Territórios Imaginados" leva ao Museo del Crudo (Sardenha, Itália), de 4 de maio a 30 de junho, 16 obras da Coleção da Fundação Bienal de Arte de Cerveira, com o apoio da Direção-Geral das Artes. Os artistas representados são Ana Maria, Ana Pimentel, António Barros, Bartolomeu Cid dos Santos, Carlos Casteleira, Francisco Tropa, Hélia Aluai, Henrique Neves & Michael Langan, Isaque Pinheiro, Inês Norton, Lauren Maganete, Mário Ambrózio, Martinho Costa, Os Espacialistas e Samuel Rama.

Decorre até 30 de abril de 2019 o prazo para apresentação de candidaturas à 1ª edição de REAKTOR, que inclui residências artísticas e exposição. 

A Representação Oficial Portuguesa na 58ª Exposição Internacional de Arte – La Biennale di Venezia vai pré-inaugurar no dia 8 de maio, no Palazzo Giustinian Lolin. Com curadoria de João Ribas, o Pavilhão de Portugal propõe o projeto "a seam, a surface, a hinge, or a knot", da artista Leonor Antunes. A inauguração ao público é no dia 11 de maio.

A proposta de João Ribas foi selecionada no âmbito de um concurso promovido pela Direção-Geral das Artes, numa modalidade inédita para definir a representação portuguesa na Exposição Internacional de Arte da Bienal de Veneza.

Páginas