Categoria

dança

"Novos Materiais" é um apoio em consultoria para projectos de dança, através do qual a Materiais Diversos pretende reforçar e sistematizar a retaguarda aos criadores portugueses. A cada ano será selecionado através de open call (pelo menos) um projecto, de um criador ou colectivo sem vínculo a uma estrutura de produção, que beneficiará de consultoria pela equipa da MD, com plano e objetivos definidos em conjunto.                                                                                                                                                   

A partir da partilha e exploração prática do processo criativo da mais recente criação da Companhia Paulo Ribeiro, Box 2.0 – Instalação Holográfica, António Cabrita desafia os participantes a transportarem o corpo real para o holograma, com a dimensão do palmo de uma mão. O Corpo em Holograma será dividido em dois módulos. Durante a manhã, após um breve aquecimento físico, os participantes dedicam-se ao desenvolvimento de material criativo no seu próprio corpo e, durante a tarde, esse material será captado e transposto para holograma.

O objectivo do programa é apoiar a criação artística contemporânea, estimulando a pesquisa e investigação, através do acolhimento de duas residências para artistas emergentes, proporcionando aos projectos seleccionados, um nacional e um estrangeiro, condições para o seu desenvolvimento durante um mês. O Rumo do Fumo oferece: apoio financeiro, estúdio de ensaios, consultadoria artística e organização de uma apresentação pública informal no Espaço da Penha.
Os períodos de residência são os seguintes:

O Teatro Massimo Cagliari, Itália, acolhe a performance de Ana Borralho & João Galante "Gatilho da Felicidade", uma produção da casaBranca Associação Cultural. As apresentações são nos dias 25 e 26 de março.

Com o objetivo de "explorar diferentes meios de como preencher o "silêncio" criando uma comunidade comunicante dos sentidos", a Companhia Olga Roriz promove a iniciativa "Atelier de Criação 12 por Leonor Keil".
A iniciativa estará disponível nos dias 5, 16, 23 e 30 de abril de 2018 das 14h40 às 16h40, na Companhia Olga Roriz.

"Atelier da escuta

Com orientação de Maya Tamir, formadora certificada de movimento Gaga e ex-bailarina da Batsheva Dance Company (Israel), o workshop de movimento Gaga e repertório Ohad Naharin é dirigido a bailarinos profissionais ou a estudantes de dança avançados (a partir dos 16 anos). As aulas têm o objetivo de aprofundar a perceção dos bailarinos sobre as suas sensações físicas, alargando a sua paleta de opções de movimentos e aperfeiçoando a sua capacidade para moldar energia e soltar o seu poder explosivo.

Cláudia Dias inspirou-se no universo dos desenhos animados La Linea, de Osvaldo Cavandoli, para criar Terça-Feira: Tudo o que é sólido dissolve-se no ar, a segunda peça do projeto Sete Anos Sete Peças.

Os Laboratórios de Formação em Dança visam ativar e promover encontros entre formadores e formandos, proporcionando o contacto e acesso a linguagens artísticas e métodos criativos distintos, o que permite potenciar uma abordagem mais eclética às várias práticas e modos de pensar a Dança. Este programa de formação contínuo e seccionado por vários meses é dirigido a maiores de 15 anos, com ou sem experiência em dança, alunos e intérpretes profissionais de dança.

Balleteatrinho é um atelier onde os participantes são convidados a experimentar o movimento e a interpretação de uma narrativa, uma história. É um atelier de sensibilização e introdução ao mundo da dança e do teatro especialmente concebido para os mais novos.
Destinatários dos 4 aos 8 anos.
Texto e Ilustração Leo Lionni.

/
Locais, datas e horários:
Coliseu do Porto
24 fevereiro | 16h - 18h

Com direção pedagógica de Olga Roriz, o Atelier de Criação 11” baseia-se no processo criativo de Victor Hugo Pontes e tem como objetivo “o desenvolvimento das destrezas físicas, recorrendo a diferentes abordagens. Os exercícios vão desde o aquecimento do corpo e as práticas de concentração até um trabalho mais complexo: as formas de passagem de textos a uma dimensão exclusivamente física, recorrendo à ativação do imaginário individual e coletivo do grupo e a diferentes métodos de improvisação”.

Páginas